Início » BLOG #AO5 » Configurações de anúncio do Google Ads: como otimizar minhas campanhas?

Configurações de anúncio do Google Ads: como otimizar minhas campanhas?

Autor: Agência Orange Five | Publicado em: 07 de jun 2021

Hoje vamos entender as configurações de anúncio no Google Ads. Esta é a plataforma de anúncios que pode ser considerada a principal fonte de receita do Google. Nela, o anunciante cria uma conta e desenvolve os próprios anúncios.

O Google Ads dá total liberdade para o anunciante definir questões como opções de faturamento, tipos de campanha e onde divulgá-las, por exemplo.

Existem vários tipos de campanhas disponíveis e algumas são mais concorridas do que outras. A principal é a chamada Rede de Pesquisa do Google e permite a exibição de anúncios na ferramenta de pesquisa. Assim, o anunciante que optar pela Rede de Pesquisa do Google pode ter seu anúncio exibido nos resultados de pesquisa do usuário. Para isso acontecer, a pesquisa precisa conter uma das palavras-chave do anúncio.

Porém, dependendo do objetivo do anunciante, outros tipos de campanhas também podem ser úteis. Por isso, hoje vamos falar sobre as configurações de anúncio do Google Ads e como isso pode ser importante para seu negócio.

Estruturando um anúncio

Um anúncio no Google Ads precisa seguir alguns parâmetros. São 4 etapas e você precisa cumpri-las no momento da criação do anúncio. Por isso, é preciso ficar atento, já que esse será o primeiro passo para o sucesso do anúncio:

  • URL final: como no nome já diz, é o endereço final onde o usuário será direcionado após o clique. É importante dizer que esse endereço não aparecerá no anúncio. Então, cuidado para não inserir links quebrados ou de páginas inexistentes;
  • Título: estará na primeira linha do anúncio, com 2 linhas separadas por um hífen com, no máximo, 30 caracteres;
  • Caminho: consiste no endereço mais curto para a URL final. Ele aparece na cor verde e a URL final é inserida automaticamente nele;
  • Descrição: tamanho de, no máximo, 80 caracteres e inserida abaixo do título e do caminho. Nessa parte, é importante utilizar muito bem as palavras, para transmitir a ideia correta ao usuário.

O uso de Machine Learning nas configurações de anúncio do Google

A partir de 2018, o Google ampliou o uso de machine learning em anúncios. Esse conceito é bem amplo e não existe apenas uma definição. Muita gente confundi com inteligência artificial, o que também é algo muito abrangente.

No caso dos anúncios do Google Ads, o machine learning foi incorporado para dar prioridade a anúncios responsivos. Isso significa que o objetivo é deixar o próprio Google elaborar e escolher os anúncios com a mínima interferência humana.

O anunciante pode enviar algo em torno de 15 títulos e 4 descrições, seguindo o tamanho padrão dos anúncios. A partir daí, os algoritmos do Google ficam responsáveis por montar diferentes anúncios para cada tipo de pesquisa.

Isso é feito para aumentar a conversão, claro. Assim, o Google garante que a estratégia aumenta o número de cliques em até 15%.

Otimizando as configurações de uma campanha no Google Ads

Agora que você já sabe o básico sobre anúncios do Google Ads, separamos algumas dicas para otimizar sua campanha:

  • O foco precisa estar nas palavras-chave e elas precisam estar presentes no título;
  • Além disso, produza um texto cativante, que mostre para o usuário que o produto ou serviço é ideal para ele;
  • Você pode incluir questões como preços e formas de pagamento. Se optar por ocultar essas informações, o usuário terá que acessar o site para conferir o valor e isso pode gerar um clique desnecessário. O usuário que entra no site da empresa já tendo uma noção de valor está mais propenso à conversão;
  • O Google recomenda escrever todas as palavras com as iniciais maiúsculas, pois isso chama mais a atenção, segundo a plataforma;
  • Por fim, utilize todos os caracteres disponíveis, mas seja claro e direto ao mesmo tempo.

Dicas importantes para cada etapa

Cada etapa de um anúncio também pode ser otimizada, confira:

  • Título: desperte a curiosidade, chame o público e vá direto ao ponto;
  • Descrição: foque em argumentos que podem convencer o usuário a clicar no anúncio. Lembre-se que, para informações mais detalhadas, ele precisará acessar o site;
  • URL de visualização: procure utilizar o próprio domínio da empresa e use palavras relacionadas ao produto;
  • URL de destino: é importante direcionar para uma Landing Page criada especialmente para a campanha.

Se você curtiu essas dicas e quer saber mais sobre configurações de anúncio do Google, então não deixe de acessar a AO5, pois temos mais informações para você.