Início » BLOG #AO5 » Funil de marketing de conteúdo: o conceito responsável por transformar tráfego em Leads

Funil de marketing de conteúdo: o conceito responsável por transformar tráfego em Leads

Autor: AO5 | Publicado em: 09 de jan 2019

Quando pensamos em funil de marketing, pensamos em inbound e em conteúdos de qualidade para atrair leads e gerar negócios. Se você também pensa assim, não está errado. O funil de marketing de conteúdo é uma das estratégias mais eficazes para transformar conteúdos em textos, áudios, imagens e/ou vídeos, em verdadeiros geradores de boas oportunidades, de novos clientes.

Sua empresa já executa algo nesta linha?

Caso nunca tenha ouvido falar em funil de marketing de conteúdo, ou não tenha se aprofundado no tema, não se preocupe. O post de hoje aqui no blog da AO5 é perfeito para você esclarecer dúvidas e começar a entender a importância desta estratégia. Acompanhe!

Você sabe quais são as etapas do funil de marketing de conteúdo?

O funil de marketing de conteúdo, assim como todos os formatos de funis de marketing que existem no mundo digital, é baseado em fases / etapas que devem ser percorridas por pessoas interessadas naquilo que você está informando. Assim como acontece em um funil que todos nós conhecemos, utilizado para transferir líquidos de um recipiente para outro (como quando coamos café, por exemplo), o funil de marketing de conteúdo também “transfere” o usuário interessado em seus conteúdos.

O usuário, ao clicar em um post de blog, vídeo no YouTube ou link nas redes sociais, sobre um assunto que lhe chamou a atenção, entra no funil.  As fases são: topo, meio e fundo de funil (vamos chegar lá) e cada qual deve contar com conteúdos produzidos para atender diferentes necessidades, diferentes momentos de diferentes pessoas. Pode até parecer complicado, mas acredite, a lógica é simples. Vamos etapa por etapa!

Fases do funil de marketing de conteúdo

topo do funil de marketing de conteúdo representa o momento de descoberta e tem como objetivo atrair pessoas para o seu site / blog. Estes, por sua vez, são usuários que procuram por assuntos mais amplos e (ainda) não por soluções definitivas. Isso acontece porque se trata de uma pessoa que ainda não sabe que tem um determinado problema, ou realmente não tem ete problema. Por isso, ainda não é interessante criar um conteúdo para forçar uma venda de um produto ou serviço… É preciso ir com calma.

Como vimos, a meta neste momento é gerar volume de visitas e começar a posicionar sua marca como uma autoridade em um determinado assunto. Dica: produza conteúdos nas redes sociais, em seu blog e crie vídeos para o topo do funil, mas nada muito forçado para gerar contatos por e-mail ou ligações. Ainda não é o momento, combinado?

Já no meio do funil, a estratégia muda um pouco. Agora, estamos lidando e oferecendo conteúdos para transformar em leads os visitantes que entraram em seu site / blog lá no começo. É o início do namoro. Nesta etapa, a pessoa começa a se interessar por conteúdos mais aprofundados sobre um determinado tema. É o reconhecimento de que pode haver um problema e, pelo visto, sua marca é que vai resolver a situação.

Sabe o motivo? Este usuário já leu outros textos ou viu vídeos seus sobre assuntos semelhantes (no topo do funil) e é com você que ele quer seguir. Você conquistou a sua confiança. Posts no blog, criação de e-books e até mesmo podcasts funcionam muito bem neste momento, já que são formatos que permitem maior aprofundamento.

Chegamos agora ao fundo do funil. É o momento de decisão. Nesta etapa, o usuário reconhece que tem um problema (sabe que precisa de um produto ou serviço) e está pronto para entrar em contato com a sua empresa. Ele já passou pela fase de descoberta (topo), se interessou por algo a mais (meio) e agora quer fechar negócio com você.

Foi uma jornada, etapa por etapa, e o cliente foi conquistado aos poucos, sem forçar a barra. O funil de marketing de conteúdo é incrível justamente por isso, ou seja, é uma estratégia que pode proporcionar um resultado mais efetivo e, futuramente, gerar fidelização do cliente. Importante ressaltar que hoje em dia as pessoas não querem saber daquele vendedor tradicional, o famoso “Compre, compre, compre”. Pessoas querem se relacionar com as marcas.

Afinal de contas, por que existe o funil de marketing de conteúdo?

A resposta é simples: o objetivo é transformar leitores do seu blog, seguidores de suas redes sociais ou mesmo usuários digitais aleatórios, em clientes. Verdadeiros compradores dos seus produtos ou serviços.

Quer saber mais sobe funil de marketing de conteúdo e como esta estratégia pode ser personalizada ao seu negócio? Fale com a AO5!

Nosso time é multidisciplinar e trabalhamos há anos com marketing de conteúdo para clientes de pequeno, médio e grande porte. Somos uma agência digital versátil e preparada para fazer parte do seu sucesso.

Entre em contato hoje mesmo, clicando AQUI. Aguardamos a sua mensagem.