Início » BLOG #AO5 » Mapa de Empatia do cliente: 6 dicas de como criar uma persona para Inbound Marketing

Mapa de Empatia do cliente: 6 dicas de como criar uma persona para Inbound Marketing

Autor: Agência Orange Five | Publicado em: 20 de abr 2020

O mapa de empatia do cliente é um recurso que pode ajudar muito no desenvolvimento de seu plano de negócios. Trata-se de um recurso focado em aprofundar os detalhes sobre seu cliente em potencial, compreendendo seus gostos, estado emocional e preferências. Todos estes dados acabam sendo de extrema importância para o inbound marketing e o sucesso de sua empresa. Assim, veja a seguir 6 dicas que lhe ajudarão a criar uma persona com base neste método.

Entenda como funciona o mapa de empatia do cliente

Criar uma persona significa fazer uma análise profunda de seu cliente em potencial. Neste contexto, utilize o mapa de empatia para responder as seguintes perguntas:

  • Qual é a profissão do cliente?
  • O que ele pensa e sente?
  • Quais são suas dores e problemas?
  • O que gosta e o que não gosta de fazer?
  • O que ele escuta, fala, vê e consome?

A partir destes aspectos, você pode começar a projetar um modelo de persona que corresponda aos seus clientes reais. Com isto em mente, é hora de seguir para o próximo passo.

Pense em formas de engajamento

É importante ter em mente que, seguindo as orientações do mapa de empatia, você terá que agregar valor para o produto ou serviço. Dentro deste contexto, há algumas estratégias que podem lhe ajudar muito no entendimento e criação da persona. Entre elas se destacam:

  • O com informações úteis e relevantes ao público-alvo relacionadas aos seus produtos e serviços;
  • Botões de Call to Action em seu site e blog, que lhe ajudem a analisar o que faz o cliente se inscrever para ter acesso a conteúdos exclusivos;
  • Pesquisas de opinião com perguntas que lhe ajudem a descobrir mais sobre o público-alvo, tendo como base as questões acima.

A partir da aplicação do mapa de empatia do cliente, você já pode começar a bolar estratégias que o envolvam com sua empresa.

Fique de olho em padrões de segmentação do público

Esta é uma etapa muito importante, que pode ser realizada a partir dos questionários e das análises feitas de seus clientes. Assim sendo, para criar uma persona leve em consideração o seguinte:

  • O sexo e as faixas etárias mais comuns entre os clientes em potencial da sua empresa;
  • Fatores como estado civil, questões familiares, emprego e renda;
  • Hobbies e demais atividades que possam gerar interesse em seus produtos ou serviços.

É importante pensar que, na medida em que uma persona é construída com base neste tipo de informação, o processo se torna muito mais eficiente. Portanto, o mapa de empatia do cliente cumpre com um papel fundamental neste sentido.

Reúna a equipe para discutir resultados do mapa de empatia do cliente

A partir dos dados obtidos, é possível começar a pensar em sua persona de modo específico. Para isto, a ajuda da equipe de marketing é fundamental, sobretudo para identificar os padrões de comportamento mais benéficos para sua empresa:

  • Debata com todos quais são as informações mais importantes para serem utilizadas na criação da persona;
  • Alinhe os detalhes para direcionar conteúdos e propostas de produtos e serviços para quem realmente importa;
  • Peça ajuda a todos os envolvidos, para que possam encontrar os padrões informativos mais úteis para sua empresa.

Junto com sua equipe, este é um trabalho de investigação completo. Se for feito corretamente, será possível criar uma persona realmente útil.

Monitoramento contínuo para identificar mudanças

Uma coisa importante é ter consciência de que padrões de comportamento mudam o tempo todo. Assim sendo, é muito importante que a sua persona acompanhe as tendências atuais:

  • Veja quais são as novidades em seu nicho e como os clientes estão a recebendo;
  • Faça sua persona acompanhar as mudanças de gostos e preferências do público-alvo;
  • Acompanhe modas e tendências gerais de comportamento para inserir sua persona;
  • Procure ambienta-la nas redes sociais modernas e desenvolver seus gostos de acordo com o que está acontecendo atualmente.

Estas estratégias farão uma grande diferença, aumentando a assertividade de sua empresa. Para tanto, o mapa de empatia do cliente ajudará a estabelecer os critérios certos para elas.

Foque-se no que é realmente importante

Quando se trata de usar o mapa de empatia para construir uma persona, é muito fácil acabar se perdendo em perguntas e construções desnecessárias. Para evitar que isto aconteça:

  • É preciso avaliar todas as informações disponíveis, mas garantir que somente as essenciais façam parte de sua persona;
  • Deixe de lado todo e qualquer dado que não afeta os hábitos de consumo de seu cliente em potencial. O mesmo vale para o relacionamento de sua empresa;
  • Além disto, elabore um questionário de antemão que irá, de fato, contribuir para que haja o aumento de vendas em sua empresa.

Com a ajuda do mapa de empatia você pode utilizar estas informações para construir modelos diferentes de personas, que realmente agreguem valor para o seu negócio.